Veredas contribui com nova diretriz para sínteses de evidências do Ministério da Saúde


É a primeira publicação da América Latina e Caribe que reúne diferentes ferramentas para o processo de elaboração de Sínteses de Evidências para Políticas


Foto: Agência Brasil


O Instituto Veredas, ao lado de diversas instituições que atuam na área das Políticas Informadas por Evidências, contribuiu com a nova Diretriz Metodológica para Sínteses de Políticas, do Ministério da Saúde. O documento, publicado em dezembro de 2020, tem o objetivo de estimular o uso de evidências no Sistema Único de Saúde (SUS) para apoiar a tomada de decisão.


Segundo os pesquisadores que fizeram parte do time que compôs a Diretriz Metodológica, esta é a primeira publicação da América Latina e Caribe que se propõe a reunir diferentes ferramentas e conhecimentos científicos sobre o processo de elaboração de Sínteses de Evidências para Políticas em um único documento. Ou seja, esse documento oferece um método comum para que gestores e pesquisadores de saúde possam construir sínteses de evidências para o desenvolvimento de políticas de saúde.


A nova publicação do Ministério da Saúde nasceu com o intuito de dar aos gestores e gestoras do SUS a possibilidade de se apropriarem das principais ferramentas das Políticas Informadas por Evidências e Tradução do Conhecimento. É o que explica Laura Boeira, diretora do Instituto Veredas. “Essa é uma publicação que apresenta os principais conceitos e etapas necessárias para a condução de Sínteses de Evidências para Políticas de Saúde. Com esse material, os tomadores de decisão vão poder ter também instrumentos para orientar a elaboração e avaliação das ações”.


A construção da publicação foi baseada na Ferramenta Supporting Policy Relevant Reviews and Trials (Ferramenta SUPPORT), que consiste em uma coletânea de artigos da Organização Mundial de Saúde destinada a tomadores de decisão em políticas e programas de saúde. Outras referências teóricas também foram consultadas, tais como Sure Guides for Preparing and Using Evidence-Based Policy Briefs, além de guias elaborados por instituições como o Centers for Disease Control and Prevention (CDC).


O que são Sínteses de Evidências?


As Sínteses de Evidências para Políticas são documentos que integram evidências científicas para apoiar gestão de políticas públicas. São publicações, em geral, construídas junto a uma rede de instituições parceiras, que reúnem os melhores dados e evidências científicas disponíveis no âmbito global e local, apresentando opções para enfrentar problemas sociais prioritários.


Frente à Saúde Pública no Brasil, essas publicações costumam abordar benefícios, danos potenciais, custos, considerações de equidade e opções para implementação de intervenções sociais, além de apontar possíveis adaptações a serem realizadas nas perspectivas dos usuários, trabalhadores de saúde, organização dos serviços, sistema de saúde, dentre outros segmentos e áreas relacionadas.


Conheça a Diretriz Metodológica para Sínteses de Evidências de Políticas

Conheça todas as publicações do Veredas


Ascom Instituto Veredas


Posts Recentes

Arquivo

Siga

  • face png